Equipa
Daniela Domingues

Coordenação Pint of Science Portugal

Neurocientista de profissão, amante de cerveja em part-time! Estou bastante feliz por ser a responsável por trazer o Pint of Science para Portugal. Espero conseguir com a ajuda de toda a equipa levar o melhor dos dois mundos – ciência e cerveja – a todos os portugueses! Está na altura da ciência deixar o laboratório e passar a ser tópico de conversa entre amigos num bar.

Rúben Oliveira

Coordenação ético-científica

Primeiro biólogo, depois ecólogo, e agora comunicador de ciência. Dedico-me à aproximação entre a Ciência e a Sociedade e à promoção da literacia científica. O meu principal foco está na Ecologia e na sua ligação às restantes áreas do saber. Como faço isto? Sobretudo através de comunicações orais e da organização de actividades e eventos. Atualmente, estou particularmente interessado em avaliar o impacto e sucesso desses eventos, com base na análise de opinião e conhecimento dos participantes.

Xavier Nunes_edited.jpg
Xavier Nunes

Coordenação Pint of Science Porto

Engenheiro químico e investigador científico. Apaixonado pela música e ciência, trabalho com o mais pequeno dos átomos e energias renováveis, sempre ao som de uma boa música. Tenho medo das alturas, mas com tendência a sonhar alto. Apesar de não apreciar cerveja, não dispenso uma boa conversa entre amigos num bar.

Maria Antónia Silva

Coordenação Pint of Science Braga

Como Engenheira Biológica e Cientista, a curiosidade sempre foi a minha maior cúmplice e o mundo dos Microorganismos sempre despertou o meu especial interesse. Como fábricas celulares se tratam, os microorganismos são essenciais para a resolução dos problemas mais urgentes da sociedade, a nossa Biosustentabilidade. Nesse sentido, os transportadores ao longo da sua membrana têm sido o foco do meu trabalho, com destaque os de leveduras. A discussão de Ciência aliada a uma boa cerveja, são para mim um verdadeiro paraíso na Terra. Assim, para os corajosos que ousarem, tal como eu, apreciar o melhor dos dois mundos, poderão fazê-lo pela cidade de Braga, onde os bares terão as suas "portas abertas" a todos!

Cátia Santos

Coordenação Pint of Science Aveiro

Bióloga e investigadora, sou apaixonada por comunicação em ciência e… cerveja, claro! O meu interesse por ecologia e toxicologia ambiental levou-me no meu doutoramento a estudar os efeitos do mercúrio em gaivotas na Bélgica: terra das waffles e, muito convenientemente, da melhor cerveja do mundo. Foi durante o meu doutoramento que me despertou em mim o bichinho pela comunicação em ciência. Além de querer continuar a estudar o efeito do mercúrio e outros contaminantes no ambiente, quero também ajudar a descomplicar o que se investiga atualmente nas nossas universidades e centros de investigação. Aceitam o convite e… vai uma cerveja?

Mariana Mendes.jpg
Mariana Rossa

Coordenação Pint of Science Aveiro

Desde sempre que quero ser bióloga, e no ano passado concretizei este sonho ao terminar a licenciatura em Biologia. Agora, prossigo os meus estudos no Mestrado de Ecologia. O meu interesse por comunicação de ciência surgiu após ter trabalhado com gestão e conservação da vida selvagem. A importância dos estudos nesta área é muitas vezes incompreendida e cabe a nós, investigadores, explicar a relevância dos trabalhos e gerir conflitos Homem-Natureza. Vamos, então, com o Pint, perceber o que os cientistas portugueses andam a descobrir e qual a importância desses estudos para todos nós. Vai uma cerveja?

Cláudia_Martins.jpg
Cláudia Martins

Coordenação Pint of Science Guimarães

Engenheira Biomédica de formação, atualmente doutoranda em Ciências Biomédicas e investigadora na área da Nanomedicina. Como uma vimaranense de gema, a minha missão neste projeto é diminuir o distanciamento entre a ciência e o público da minha cidade. Juntamente com uma equipa de excelência, prometo trazer o melhor do panorama científico nacional para uma discussão descontraída, descomplicada e acessível a todos, num ambiente informal. Sejam bem-vindos ao Pint of Science Guimarães, porque “aqui nasceu Portugal”!

Inês Gonçalves
Coordenação Pint of Science Lisboa

Bióloga Marinha de formação, com uma queda por Educação Ambiental, o que também me leva por vezes para longe do mar, tendo como exemplo disso o último trabalho que fiz como cetreira/falcoeira. Esta paixão por educação ambiental revelou-se na minha tese de mestrado em que tentei avaliar a potencialidade de atividades de observação de cetáceos e aves marinhas em áreas protegidas. Assim, comunicar ciência acompanhada de uma bela cerveja, é mesmo a minha praia.

Carolina Temporão

Coordenação Pint of Science Lisboa

Neurocientista com carinho especial por cerveja, sou auto-entitulada de fã n.º 1 do Pint of Science Portugal. Passei em 2019 do público “encervejado” de conversas sobre ciência para a organização dos temas e espaços das mesmas. Só para assegurar que o festival continua a ser fantástico, como nos tem habituado!

JulienDiogo_edited.jpg
Julien Diogo

Coordenação Pint of Science Viseu

Facilitador por paixão, Professor por amor, Especialista e Profissional de
áreas como o Marketing, Comunicação e Comportamento. Aliando
paixões, Neurociência e Cerveja encontro uma esfera de estimulação e
inovação. Sinto-me extremamente animado em fazer parte da equipa
Pint of Science, e trazer assim para a cidade Viriato, Viseu, o melhor da
ciência, para os melhores curiosos.
Comunicar ciência com a companhia de uma forte e estimulante cerveja,
haverá melhor?

IMG_20201011_185634-01.jpeg
Daniel Ribeiro
Coordenação Pint of Science Coimbra

Nascido e criado na Roma portuguesa, Daniel é indubitavelmente dúvida ateu. É biólogo e comunicador de Ciência e a sua paixão pela Ciência fez dele um salta-pocinhas científico. Depois de Braga, Porto e Lisboa, é agora a cidade dos estudantes que o recebe na nobre missão de explicar o que é afinal a prosopometamorfopsia.

Cláudio Rocha

Coordenação Pint of Science Porto

Mestre em Engenha Química, sou atualmente estudante de doutoramento em Engenharia Química na FEUP, onde estou a desenvolver um reator híbrido para aplicação de reformação a vapor dos resíduos da produção de azeite. Sou também apologista que a Ciência e Tecnologia deve ser cada mais partilhada e discutida em ambientes mais informais, de forma a potenciar a discussão e troca de ideias. Desta forma, porque não partilhar conhecimento científico num bar acompanhado de uma bebida?!

Filipa Soares.jpg
Filipa Soares
Coordenação Pint of Science Braga

Desfrutar de uma cerveja num bar, é bom... Mas desfrutar de uma cerveja num bar, acompanhada de um tema de conversa interessante é ainda melhor! A ciência é capaz de nos apresentar várias vertentes do conhecimento atual, mas é preciso saber comunicá-la. E qual a melhor maneira de o fazer, se não sobre uma cervejinha? Sendo bioquímica de base, a tirar o doutoramento na área da biotecnologia, visando a adaptação de microorganismos a ambientes recalcitrantes, acredito que a ciência não deve ser um tema recalcitrante para o publico em geral e deve ser sempre aberta a discussão e a novas ideias. Vamos deixar a timidez de lado e discutir ciência num ambiente aberto e descontraído.

Afonso Porto Pessanha

Coordenação Pint of Science Viseu

Como Designer e Ilustrador, dedico-me a simplificar o que é complicado através da ilustração. Curioso e optimista por natureza, já fui capitão dos piratas em África e DJ num bordel em Macau, funções que envolveram alguns bares e muita cerveja. Para colmatar a falta da ciência na equação, hoje ajudo universidades, farmacêuticas, marcas e organizações internacionais a simplificarem processos e a comunicarem
visualmente com mais empatia. Gosto de ciência, de trabalhar em equipa e de boas conversas. Tudo, de preferência, com uma pint gelada na mão.

António Rego

Design

Biólogo, doutorado em Biologia Molecular e Ambiental. Actualmente a exercer como professor e um aficionado pela investigação científica em leveduras, os microorganismos necessários para o fabrico de uma boa cerveja, a parceira ideal numa conversa entre amigos. Igualmente apaixonado por fotografia, crossfit, viagens e extremamente animado em fazer parte da equipa Pint of Science.

IMG_76452.jpg
Helena Beatriz

Comunicação

Escrita criativa e ciência podem não parecer aliados, mas fazem parte das minhas paixões. Também se inclui um livro ou passeio à beira mar seguido por um bom vinho branco ou cerveja, não sou esquisita. Colocar um pouco de química e materais para dar uma boa estrutura, juntar tudo num final de tarde e abrir o mundo da ciência para todos. Juntas-te a
mim?

Daniel Oliveira_edited.jpg
Daniel Oliveira

Comunicação

Biólogo por vocação, curioso de nascença. 
Interesso-me por (quase) tudo, incluindo história e artes marciais, mas tenho um carinho especial por ciência. E com tanta dessa por cá é fundamental saber divulgá-la! Que melhor maneira de o fazer do que com uma fresquinha na mão?

Patrícia Silva

Comunicação

Sou Professora e Educadora de formação e atualmente Bolseira de Doutoramento em Educação na Universidade de Aveiro. Sendo a Educação em Ciência a minha área de investigação perspetivo uma Ciência acessível a todos. Este evento corrobora com esta premissa. Leva a Ciência de forma descontraída e descomplicada, sem perder o seu rigor científico, à comunidade em geral. Qual a melhor forma de comunicar Ciência com uma cerveja bem fresquinha a acompanhar? Juntas-te a nós?

Catarina Rodrigues

Comunicação

Sou licenciada em Serviço Social com Pós-Graduação em Economia Social e Solidária, as ciências sociais são a minha praia, mas estou pronta para surfar esta nova onda e apoiar no que conseguir, pois gosto de me envolver em projetos de áreas diversas, acredito que todos nós temos sempre algo a dar. Nada melhor que eventos como este para promover o conhecimento ainda mais com uma cerveja na mão para ajudar na descontração.

Carlos_Costa,_Event_Manager_“Ter_muita_l
Carlos Costa

Imagem e Vídeo

Bioquímico de formação, é na Engenharia Química e Biológica que agora centro a minha investigação, área em que estou a fazer o meu doutoramento. Sou um apaixonado por artes e cerveja, ora como apreciador, ora como criador, e a aliança de ambas à Ciência é sempre garantia de bom resultado.