Equipa de Braga
Ana Gonçalves

Eventos "Chatear Camões"

Bióloga, mestre em Genética Molecular e atual aluna de doutoramento, considero-me ainda uma “criança” no ramo da ciência. Tenho especial curiosidade e apreço em lançar-me no desconhecido; aprender sempre mais é um dos meus maiores objetivos. O Pint of Science é o festival ideal para poder alcançá-lo: comunicando ciência nos mais diversificados ramos e de forma descontraída. O que é ainda melhor? É que não é um festival só para quem percebe de ciência; é para todos, independentemente da profissão ou mesmo da idade!

Alexandra Fernandes

Imagem e vídeo

Os afamados testes psicotécnicos, ainda jovem, ditaram que havia de ser cientista ao invés de artista. Sucede que, dias há (a grande maioria), não consigo silenciar nenhum dos dois lados, acreditando ser possível vivê-los em perfeita simbiose. Licenciada em Biologia e mestre em Ambiente, colocarem-me uma máquina fotográfica nas mãos é verem-me feliz. Uma folha de papel e um lápis viajariam comigo para uma ilha deserta. Da contemplação e meditação à energia intensa, essa sou eu. Gosto de pessoas. Genuinamente. “A educação é a chave”, sempre acreditei. Pouquíssimas coisas me tiram do sério, mas a injustiça fá-lo em segundos. Dizem que sou boa ouvinte, na mesma medida em que sou tagarela. Comunicação, hein?

Ana Teixeira

Eventos "Chatear Camões"

A curiosidade e a teimosia de nascença tornaram-se os aliados perfeitos para alimentar a ideia de que fazer ciência era possível. Como bióloga de formação e mestre em Biologia Molecular e Biotencnologia em Plantas, acredito que aliar a partilha de conhecimentos científicos a uma conversa descomplicada e, claro, a uma cerveja bem fresquinha, reúne os ingredientes necessários para um bom serão. Bora lá para mais um desafio, comunicar ciência!

Andreia Pacheco

Comunicação

Criança nos 80s, adolescente nos 90s e mãe quase aos 40. Tornei-me bióloga no virar do milénio e ainda na primeira década terminei o doutoramento. Adoro tudo o que tenha a ver com conhecimento e com tornar claro questões aparentemente complexas, como a ciência, e talvez por isso, deixei de ser investigadora e fui estudar Comunicação de Ciência. Atualmente sou gestora de comunicação no CBMA. Considero-me feliz e, se morrer amanhã, ainda serei feliz. Depois disso é que já não sei.

Augusto Barbosa

Eventos "O nosso Mundo"

Bioquímico de formação pela ECUM com especial afeto pela microbiologia, biotecnologia e imunologia. Atualmente aluno de doutoramento no CBMA, a desenvolver uma vacina contra infeções fúngicas. Inicialmente um pouco avesso ao falar com o público, a ciência fez-me descobrir que ouvir os outros a falar (e falar também) de ciência afinal é divertido.

Bárbara Ferreira

Tesouraria

Mestre em Biologia Molecular, Biotecnologia e Bioempreendedorismo em plantas, e curiosa por natureza, atualmente trabalho numa empresa que tem como objetivo o desenvolvimento de novos produtos alimentares com valor acrescentado. Produzida a partir de fermentação de cereais, não será a cerveja a melhor companhia para comunicar ciência?

Barbara Leite

Tesouraria

Bióloga com mestrado em genética molecular, atualmente a trabalhar em ecologia molecular. O contacto com diferentes áreas da biologia reflete o meu interesse de encontrar sempre algo novo e desafiante. Aliar a comunicação em ciência permite o contacto com o que de melhor se faz para despoletar a criatividade para aplicações futuras.

Cátia Pereira

Eventos "O nosso Mundo"

Desde que os meus familiares e amigos me perguntaram o que fazia no laboratório e eu não soube o que responder para que eles entendessem, percebi a grande importância da comunicação em ciência para a sociedade. Licenciada em Genética e Biotecnologia e mestre em Genética molecular, hoje já sei como fazê-lo e quero continuar.

Carlos Sousa

Eventos "O nosso Mundo"

A ciência é a minha religião, em especial sobre as questões colocadas borda do conhecimento, até a ciência nos consegue levar. Áreas de maior interesse: física, astronomia, factos fascinantes, e tudo em que a resposta é: “ninguém sabe porquê”.
Para um dia bem passado, deverá haver sempre tempo para uma esplanada calma, sol e um bom livro cientifico.

Cláudia Antunes

Eventos "Ter muita lata"

A curiosidade pela Ciência nasceu em mim desde muito cedo o que me levou, mais tarde, a tirar uma Licenciatura em Ciências Biomédicas e um Mestrado em Genética Molecular. A curiosidade não parou por aí e, neste momento, estou em Doutoramento na área da Microbiologia. Acredito que levar às pessoas Ciência e Conhecimento das mais diversas áreas aliado a um ambiente informal e descontraído será uma mais valia para a nossa sociedade. Por isso,"Pint of Science", I am ready!

Débora Ferreira

Eventos "O nosso Mundo"

Engenheira biomédica, cientista e curiosa. O meu interesse pela área da saúde levou-me a focar minha área de investigação no desenvolvimento de novas terapias para cancro de mama. Adoro uma boa conversa entre amigos num bar e se conseguir conciliar com ciência, tanto melhor.

Diogo Barros

Eventos "Ter muita lata"

Durante o dia aproximo a química analítica a machine learning, à noite cerveja a amigos. Tanto quanto descobrir coisas novas, procuro dar o meu contributo na disseminação da ciência. IPAs, stouts ou sours, qualquer cerveja é um bom pretexto para se falar de ciência. O Pint of Science é o festival perfeito para isto!

Filipa Mendes

Eventos "O nosso Mundo"

Mestre em Genética Molecular e com grande fascínio pela ciência no geral. Fazer com que entendam este meu fascínio nem sempre é fácil, pior é tentar explicar o que faço de forma a que percebam. Acredito que num evento destes, que alia a ciência a uma cerveja, possa ser o ideal para quem procura saber sempre mais mas também para quem quer, como eu, aprender a comunicar de forma mais simples e descontraída.

Filipa Moreira

Eventos "Ter muita lata"

Estou no último ano de doutoramento em Materiais e Processamento Avançados, dedicando-me em particular ao estudo de materiais poliméricos com propriedades específicas para aplicações avançadas. Desde muito cedo que comecei a interessar-me e a colaborar em atividades que envolvessem a comunicação de Ciência. Sou apologista de que a Ciência é para todos e se divulgada de uma forma lúdica e informal, é possível cativar e chegar até um maior número de pessoas. Também aprecio um serão acompanhado por uma boa cerveja, portanto o Pint of Science é o match perfeito para mim.

Filipe Coelho

Eventos "Chatear Camões"

Mestre em Química, trabalho na área da terapia génica utilizando lípidos como meio de transporte de material genético. A organização de eventos foi sempre algo de que gostei, se envolver ciência e cerveja ainda melhor!

Miguel Xavier

Eventos "Ter muita lata"

A Ciência deveria ser para todos! Tenho participado em eventos Pint of Science desde há 4 anos em Inglaterra, como membro do público, orador e também organizador, e considero-o um dos maiores festivais de ciência do mundo! Estou ansioso por finalmente integrar a equipa que vai trazer a ciência local aos melhores bares da cidade de Braga!

Patrícia Silva

Eventos "Chatear Camões"

Bioquímica e quase Mestre em Biofísica e Bionanossistemas. Curiosa e apaixonada pelas escalas micro (biologia) e nano (tecnologia). Desde muito nova sonhava ser cientista e hoje faço investigação na prevenção de infeções fúngicas em ambientes hospitalares, utilizando nanossistemas. A ciência une pessoas de todo o mundo em prol do desenvolvimento, mas o que é que une mais as pessoas e faz parte da essência humana? Uma boa conversa e uma boa cerveja! Assim é mais fácil comunicar ciência, mostrando à comunidade o que é ser Cientista. Partilhemos algumas cervejas e conhecimentos no Pint of Science!

Sandra Antunes

Eventos "Ter muita lata"

Cientista biomédica apaixonada pela área de neurociências desde que me iniciei no mundo da investigação. Sou adepta de uma comunicação em ciência simples, descontraída e acessível a todos, motivo pelo qual me aventurei neste projeto.

Tatiana Felizardo

Eventos "O nosso Mundo"

Como aluna de Doutoramento na área de Medicina Regenerativa, acho importante partilhar a ciência que desenvolvemos com o público em geral. Esta partilha não só leva conhecimento às pessoas para quem fazemos ciência como também traz clareza ao nosso trabalho. Sou apologista de brainstormings em ambientes descontraídos e iluminados com uma boa cerveja.

Vitória Baptista

Eventos "Ter muita lata"

Bioquímica com enorme fascínio pela microbiologia e, atualmente, estudante de doutoramento em Engenharia Biomédica para desenvolver dispositivos médicos para diagnóstico de malária. Gosto de desafios e divagar sobre as coisas, baseando-me na biologia básica, mas “apimentado” a investigação com outras vertentes como a engenharia e a comunicação de ciência. Este é o festival ideal para partilhar conhecimento de uma forma simples e descontraída.

This site was designed with the
.com
website builder. Create your website today.
Start Now