Equipa Principal
Daniela Domingues

Coordenação Pint of Science Portugal

Neurocientista de profissão, amante de cerveja em part-time! Estou bastante feliz por ser a responsável por trazer o Pint of Science para Portugal. Espero conseguir com a ajuda de toda a equipa levar o melhor dos dois mundos – ciência e cerveja – a todos os portugueses! Está na altura da ciência deixar o laboratório e passar a ser tópico de conversa entre amigos num bar.

Rúben Oliveira

Coordenação ético-científica

Primeiro biólogo, depois ecólogo, e agora comunicador de ciência. Dedico-me à aproximação entre a Ciência e a Sociedade e à promoção da literacia científica. O meu principal foco está na Ecologia e na sua ligação às restantes áreas do saber. Como faço isto? Sobretudo através de comunicações orais e da organização de actividades e eventos. Atualmente, estou particularmente interessado em avaliar o impacto e sucesso desses eventos, com base na análise de opinião e conhecimento dos participantes.

Xavier Nunes

Coordenação Pint of Science Porto

Engenheiro químico e investigador científico. Apaixonado pela música e ciência, trabalho com o mais pequeno dos átomos e energias renováveis, sempre ao som de uma boa música. Tenho medo das alturas, mas com tendência a sonhar alto. Apesar de não apreciar cerveja, não dispenso uma boa conversa entre amigos num bar.

Maria Antónia Silva

Coordenação Pint of Science Braga

Como Engenheira Biológica e Cientista, a curiosidade sempre foi a minha maior cúmplice e o mundo dos Microorganismos sempre despertou o meu especial interesse. Como fábricas celulares se tratam, os microorganismos são essenciais para a resolução dos problemas mais urgentes da sociedade, a nossa Biosustentabilidade. Nesse sentido, os transportadores ao longo da sua membrana têm sido o foco do meu trabalho, com destaque os de leveduras. A discussão de Ciência aliada a uma boa cerveja, são para mim um verdadeiro paraíso na Terra. Assim, para os corajosos que ousarem, tal como eu, apreciar o melhor dos dois mundos, poderão fazê-lo pela cidade de Braga, onde os bares terão as suas "portas abertas" a todos!

Cátia Santos

Coordenação Pint of Science Aveiro

Bióloga e investigadora, sou apaixonada por comunicação em ciência e… cerveja, claro! O meu interesse por ecologia e toxicologia ambiental levou-me no meu doutoramento a estudar os efeitos do mercúrio em gaivotas na Bélgica: terra das waffles e, muito convenientemente, da melhor cerveja do mundo. Foi durante o meu doutoramento que me despertou em mim o bichinho pela comunicação em ciência. Além de querer continuar a estudar o efeito do mercúrio e outros contaminantes no ambiente, quero também ajudar a descomplicar o que se investiga atualmente nas nossas universidades e centros de investigação. Aceitam o convite e… vai uma cerveja?

Hugo Bettencourt
Coordenação Pint of Science Lisboa

Engenheiro Biomédico com uma paixão por Neurociências e comunicação da ciência. Neste momento, estou a escrever a minha tese de mestrado ligada ao estudo do cerebelo na aprendizagem motora. Daqui a dez anos vejo-me como chefe de laboratório, professor e pessoa bem-disposta e feliz.

Hugo Silva

Coordenação Pint of Science Évora

Sou estudante de Biologia e ando sempre com a cabeça nas nuvens em busca de criaturas voadoras. Desde pequeno que tenho uma enorme paixão por aves e adoro partilhar o que sei sobre Ornitologia. Não perco uma oportunidade de vivenciar novas aventuras e o Pint of Science pareceu-me um excelente desafio para poder explorar o mundo da comunicação de ciência. Conversas informais sobre ciência? Parece-me uma excelente combinação!

Gonçalo Huet de Bacellar
Coordenação Pint of Science Porto

Licenciado em Ciência da Informação, com uma breve jornada por Engenharia Química, acabei por ganhar o "ADN" de dois mundos bem distintos.

Apaixonado por música, viagens e história, a minha jornada por organizações com vontade de fazer acontecer começou há 7 anos, integrando pelo menos um projeto todos os anos em diferentes organizações. Consultor de Business Intelligence há 2 anos e meio, todos os projetos extra que integro acabam por ser experiências únicas a que me dedico como se fossem meus.

Diana Gomes

Coordenação Pint of Science Braga

De biopatologia humana até biotecnologia de plantas e para produção de proteínas, umas das coisas que aprendi ao longo das voltas e reviravoltas foi a importância da comunicação: de, para, e com ciência! Gosto de arte, business, marketing, de saber coisas novas, de as poder partilhar com outros e, claro,de cerveja. Acredito que a ciência pode estar ainda mais próxima de todos, para se mesclar, inspirar e moldar ideias. E para isso, cá estamos.

Mariana Rossa

Coordenação Pint of Science Aveiro

Desde sempre que quero ser bióloga, e no ano passado concretizei este sonho ao terminar a licenciatura em Biologia. Agora, prossigo os meus estudos no Mestrado de Ecologia. O meu interesse por comunicação de ciência surgiu após ter trabalhado com gestão e conservação da vida selvagem. A importância dos estudos nesta área é muitas vezes incompreendida e cabe a nós, investigadores, explicar a relevância dos trabalhos e gerir conflitos Homem-Natureza. Vamos, então, com o Pint, perceber o que os cientistas portugueses andam a descobrir e qual a importância desses estudos para todos nós. Vai uma cerveja?

Carlos Costa

Imagem e Vídeo

Bioquímico de formação, é na Engenharia Química e Biológica que agora centro a minha investigação, área em que estou a fazer o meu doutoramento. Sou um apaixonado por artes e cerveja, ora como apreciador, ora como criador, e a aliança de ambas à Ciência é sempre garantia de bom resultado.

António Rego

Design

Biólogo, doutorado em Biologia Molecular e Ambiental. Actualmente a exercer como professor e um aficionado pela investigação científica em leveduras, os microorganismos necessários para o fabrico de uma boa cerveja, a parceira ideal numa conversa entre amigos. Igualmente apaixonado por fotografia, crossfit, viagens e extremamente animado em fazer parte da equipa Pint of Science.

Daniel Oliveira

Comunicação

Biólogo por vocação, mas um curioso de nascença. Obtive a licenciatura na Universidade do Porto e desenvolvo agora a minha tese de Mestrado, utilizando tecnologia de ponta para determinar a dieta de algumas espécies de insetos! Interesso-me por (quase) tudo, incluindo história e artes marciais mas tenho um carinho especial por ciência. E com tanta dessa por cá é fundamental saber divulgá-la! Que melhor maneira de o fazer do que com uma fresquinha na mão?

This site was designed with the
.com
website builder. Create your website today.
Start Now